Mario Cavalcanti
por — 09/11/2010 em Notícias

Novas narrativas em foco no 1º dia do MediaOn 2010

Engajamento com os usuários também foi assunto na Super Session do seminário

Crédito: Ricardo Matsukawa / Terra

RIO DE JANEIRO (Da Redação), 9 de novembro – Novos modelos de negócios, engajamento com o usuário e narrativas multimídias foram alguns dos assuntos que permearam, na noite desta terça-feira (9), a Super Session do MediaOn 2010 – Seminário Internacional de Jornalismo Online, em São Paulo.

Com transmissão ao vivo pela Web, a abertura, restrita a convidados, contou com palestras de Susan Grant, vice-presidente executiva da CNN News Services – divisão da CNN WorldWide que engloba as atividades digitais da empresa e seus negócios com afiliados -, e Aron Pilhofer, editor de interactive news do New York Times e gestor da equipe de jornalistas responsável pelos aplicativos usados em reportagens online do jornal. Na conversa, houve um consenso sobre o bom desenvolvimento das novas formas de narrativas no meio online.

Pilhofer iniciou o debate falando sobre o atual momento do New York Times e sobre como o veículo veio passando por mudanças para acompanhar as novas mídias. O executivo comentou sobre a boa relação entre desenvolvedores, jornalistas e profissionais que cuidam da parte gráfica no site do diário. "Hoje em dia são onze desenvolvedores voltados para o jornalismo. A equipe foi formada há três anos (…) Não sou designer, mas tive que aprender a trabalhar de forma interativa", conta Aron. Para ele, é preciso fazer uso de novas narrativas que auxiliem no processo de contar uma notícia. "Um mapa feito pela equipe de gráficos muitas vezes fala por si. Isso é envolvimento com o usuário", diz.

Susan Grant também falou sobre como a CNN, que nos últimos anos vem investindo em parcerias com novos players – como Facebook e YouTube -, tem se posicionado no cenário das novas mídias. Segundo ela, o veículo vem apostando muito no engajamento com os usuários e em modelos de negócios focados no meio móvel, frisando que o veículo busca constantemente portabilidade, personalização e participação. "O sucesso da CNN é definido com o alto nível de colaboração", diz a executiva, que explicou ainda que a CNN tem buscado mudar a imagem de empresa de mídia focada nos Estados Unidos. "A aplicação iPad que será lançada em dezembro será uma aplicação global", revela.

A abertura contou com mediação de Jaime Spitzcovsky, curador do MediaOn e sócio-diretor da produtora de conteúdo PrimaPagina.

Nesta quarta-feira, a partir das 9h, começa o segundo dia do MediaOn 2010, com o painel "Computadores tablet, e-readers e smartphones – Como inovar e produzir conteúdo no mundo digital". O evento continuará tendo transmissão ao vivo pelo site oficial. Veja a programação completa aqui. Tweets sobre o MediaOn 2010 podem ser acompanhados aqui. JW.

Mario CavalcantiNovas narrativas em foco no 1º dia do MediaOn 2010