Mario Cavalcanti
por — 28/01/2008 em Notícias

Suplemento do jornal O Globo aborda papel eletrônico

Modelos de e-papers já entram no mercado e prometem revolucionar a forma de ler jornais

Divulgação: um exemplo de e-paper da Fujitsu.A edição desta segunda-feira, 28, do caderno de informática do jornal O Globo traz matéria de capa sobre papéis eletrônicos (ou e-papers), folhas de plástico ultrafinas que permitem a exibição de informações e prometem revolucionar a forma de ler jornais, livros e revistas.

Assinada pela jornalista Elis Monteiro, a reportagem aborda algumas das principais opções de e-paper, como o da Fujitsu (uma das empresas que mais investem no setor), o da E-Ink e o da LG.Philips, apresentado durante a última edição da feira tecnológica Consumer Electronics Show (CES), em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Os jornais estão entre as principais aplicações do papel eletrônico, mas a tecnologia, que não emite luz (o que dá a impressão que o usuário está realmente vendo uma folha de papel), também está sendo experimentada em telefones celulares, monitores e televisões.

A matéria pode ser lida na edição digital do jornal O Globo (apenas para assinantes). Veja aqui um vídeo sobre um protótipo de e-paper da Sony. JW.

Mario CavalcantiSuplemento do jornal O Globo aborda papel eletrônico