Mario Cavalcanti
por — 16/01/2008 em Notícias

Santa Catarina ganha lei de inovação tecnológica

Estado é o terceiro do Brasil a ter uma legislação para regulamentar setor

Agência Fapesp

Imagem ilustrativa: medida prevê a aplicação de 2% da receita líquida de Santa Catarina em pesquisas.O governador de Santa Catarina, Luiz Henrique da Silveira, sancionou nesta semana a Lei de Inovação Tecnológica, aprovada pela Assembléia Legislativa estadual em dezembro de 2007.

A medida prevê, entre outras coisas, a aplicação de 2% da receita líquida do Estado em pesquisas. A nova legislação busca reduzir a distância entre entre as iniciativas públicas e privada, estimulando a pesquisa e a rápida absorção desses conhecimentos pelo setor produtivo.

Os recursos para fomento à pesquisa científica, tecnológica e agropecuária serão destinados à Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e à Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

Entre as diretrizes estabelecidas pela lei, além do estímulo à inovação, estão previstas a criação do Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Santa Catarina, que será responsável por articular as políticas de incentivo a essa área, e a implantação de núcleos de inovação tecnológica nas empresas e instituições.

Com a iniciativa, Santa Catarina será o terceiro estado a ter uma legislação que regulamenta o setor de ciência e tecnologia no Brasil. Antes, apenas os estados do Amazonas e Minas Gerais sancionaram leis semelhantes.

Mario CavalcantiSanta Catarina ganha lei de inovação tecnológica