Comercial da Opera na África | Jornalistas da Web
Mario Cavalcanti
por — 7 meses atrás em Escolha do Editor, Notícias

Opera planeja investir US$ 100 milhões para aumentar economia digital africana

Companhia está aprimorando a entrega de conteúdo local e personalizado no navegador Opera Mini, bastante popular no continente.

A Opera, criadora do navegador homônimo, anunciou nesta terça-feira (9) que planeja investir na África cem milhões de dólares (30 bilhões de nairas nigerianas ou mais de 300 milhões de reais) durante os próximos dois anos para auxiliar no crescimento da economia digital. A companhia espera usar o investimento para acelerar a adoção da internet no continente e fortalecer o ecossistema online com parceiros locais.

De acordo com a empresa, a África está no caminho de se tornar um continente digital com a rápida adoção da internet móvel. Nos últimos cinco anos o navegador Opera Mini tem sido um facilitador chave nesse processo. Recentemente, a companhia alcançou a marca de cem milhões de usuários mensais na África e agora está se concentrando em fazer a próxima geração de browsers atender as necessidades dos usuários africanos.

Mecanismo de notícia e conteúdo personalizado

A Opera falou ainda que as maiores barreiras dos consumidores para a adoção da internet na maioria dos países africanos são a falta de consciência e conhecimento digital, de conteúdo local relevante e de acessibilidade. Para atrair mais internautas de primeira viagem, a companhia disse estar investindo em um mecanismo de inteligência artificial para usuários de smartphones que garantirá uma boa experiência de descoberta de conteúdo. “Os usuários do Opera na África receberão conteúdo totalmente personalizado e local no navegador, o ponto de entrada para sua experiência na internet”, diz comunicado da empresa, que está trabalhando com mais de 47 editoras africanas abrangendo 107 sites na iniciativa.

A empresa também lançou recentemente seus primeiros anúncios de TV (assista abaixo) e rádio nacionais para anunciar uma experiência de internet mais rápida e acessível com o navegador Opera Mini. Os comerciais estão sendo exibidos na África do Sul e no Quênia, e serão lançados na Nigéria em breve.

Atualmente, a Opera tem operações na Cidade do Cabo, em Joanesburgo, na África do Sul e está se expandindo com novos escritórios em Lagos, Nigéria e Nairobi, no Quênia, para apoiar o desenvolvimento de negócios e produtos. A empresa tem planos de contratar cerca de cem pessoas para esses escritórios nos próximos três anos.

Notícias relacionadas

Mais no Jornalistas da Web

Mario CavalcantiOpera planeja investir US$ 100 milhões para aumentar economia digital africana