Imagem ilustrativa | Jornalistas da Web
Mario Cavalcanti
por — 4 semanas atrás em Escolha do Editor, Notícias

Turquia bloqueia acesso à Wikipedia

Regulamentação possibilita bloqueio a sites considerados ameaça à segurança nacional; relembre casos similares.

A Turquia bloqueou neste sábado (29) o acesso de seus usuários à Wikipédia. A informação foi dada pelo órgão regulador das telecomunicações no país, BTK, citando lei que permite proibir o acesso a sites considerados obscenos ou uma ameaça à segurança nacional.

A lei 5651, que regulamenta os conteúdos e a criminalidade na internet, possibilita o bloqueio a sites para a proteção da ordem pública, da segurança nacional ou do bem-estar da população. A medida tomada pelas autoridades deve agora ser submetidas a um tribunal dentro de 24 horas. Este então terá dois dias para decidir se a proibição será mantida.

Em 2005, a China bloqueou o acesso de seus usuários à Wikipedia por conta de termos que pudessem ser considerados “sensíveis” ao governo chinês. O bloqueio foi suspenso cerca de um ano depois.

Com informações do The Guardian.

Relembre casos similares

Em maio de 2014, a Tailândia bloqueou o acesso a mais de 200 sites, aplicativos, páginas de redes sociais e veículos noticiosos. Na época, o país, comandado por militares, anunciou também a implementação de um novo plano de vigilância no qual todo conteúdo considerado ilegal pelos censores seria bloqueado;

Em 2012, a China divulgou regras mais rígidas para o controle da internet. Usuários passariam, por exemplo, a se registrarem nos provedores de acesso utilizando nomes reais. No mesmo ano, o governo chinês impediu o acesso ao site do New York Times. A censura seria uma resposta à publicação de um artigo no jornal americano sobre a riqueza acumulada pelo primeiro ministro da China;

Em 2011, o termo ‘Egito’ foi censurado em sites da China similares ao Twitter. O governo chinês teria se mostrado preocupado com a propagação de informações sobre reforma política no Egito;

Em 2009, o acesso a sites de notícias que criticaram o governo do Irã foi bloqueado no país;

Em 2008, Cuba bloqueou o acesso aos principais blogs cubanos, entre eles o da blogueira Yoani Sanchez, que usava seu blog para expor suas ideias e criticar o governo vigente;

Em 2007, durante os Jogos Pan-Americanos do Rio, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) proibiu os atletas brasileiros de atualizarem seus blogs, fotologs ou vlogs durante o período de realização do evento;

Em 2006, o Irã bloqueou o acesso ao YouTube. De acordo com a organização Repórteres Sem Fronteiras, a edição online do The New York Times também teria sido censurada.

Notícias relacionadas:

Mais no Jornalistas da Web

Mario CavalcantiTurquia bloqueia acesso à Wikipedia