New York Times afirma que hackers chineses invadiram seus sistemas

Reportagens sobre a riqueza do primeiro-ministro Wen Jiabao parecem ter sido o catalisador para o ataque, possivelmente por militares, diz jornal.

Logotipo do The New York Times.RIO DE JANEIRO (Da Redação), 31 de janeiro – Hackers com possíveis ligações com os militares chineses têm atacado repetidamente os sistemas de computador do New York Times nos últimos quatro meses, relata o jornal americano. As ações podem ter ocorrido em represália a uma série de matérias que o diário publicou expondo a vasta riqueza acumulada pela família do primeiro-ministro Wen Jiabao.

De acordo com o New York Times, os hackers entraram em sistemas internos do jornal e acessaram os computadores pessoais de 53 funcionários, incluindo David Barboza, chefe da sucursal de Xangai e autor da exposição de Wen Jiabao, e Jim Yardley, ex-chefe da sucursal de Pequim.

INVESTIGAÇÕES CIBERNÉTICAS

Uma investigação conduzida pela Mandiant, empresa de segurança cibernética contratada pelo New York Times, concluiu que as invasões foram provavelmente parte de uma campanha de espionagem com ligações com militares do país asiático. A empresa rastreou a origem dos ataques e chegou até computadores de universidade que “os militares chineses usaram para atacar empreiteiros militares dos Estados Unidos no passado”, disse o jornal.

Embora os hackers tenham conseguido as senhas dos funcionários do New York Times, a Mandiant disse que eles só buscaram informações relacionadas ao primeiro-ministro chinês. A companhia foi contratada pelo diário americano no dia 7 de novembro, após a diretoria do veículo reconhecer que seus esforços para expulsar os hackers não estavam tendo sucesso.

O New York Times disse ainda que trabalhou em conjunto com a empresa de telecomunicações AT&T e com o FBI para rastrear os hackers, após a AT&T ter detectado atividades suspeitas nas redes de computadores do diário em 25 de outubro de 2012, um dia após o artigo sobre Wen Jiabao ter sido publicado na edição impressa. JW.

Via The Guardian.

Mario CavalcantiNew York Times afirma que hackers chineses invadiram seus sistemas