Mario Cavalcanti

10 revistas que já apostaram no inusitado

Jornalistas da Web montou uma lista de revistas que fizeram uso de tecnologias e eletrônicos de forma inusitada.

Por (@mariocavalcanti)

Com o aumento da oferta de veículos de comunicação e a crescente cultura de consumo de notícias e informações nos meios digitais, alguns jornais e revistas impressos já buscaram explorar novas formas de atrair seus leitores. Fotos 3D, QR Codes, realidade aumentada e até mesmo players de LCD embutidos nas páginas de papel. Veja abaixo uma lista de 10 revistas que fizeram uso de tecnologias e eletrônicos de forma inusitada.

EsquireRevista Esquire
A capa da edição de outubro de 2008 da Esquire trouxe embutido dois painéis com a tecnologia E-Ink (tinta eletrônica), comumente vista nos e-readers. O primeiro painel, na capa, exibia a chamada “O Século XXI Começa Agora”. Já o segundo, trazia um anúncio da Ford.

Entertainment Weekly
Revista Entertainment Weekly
A edição de setembro de 2009 da Entertainment Weekly (EW) trouxe um player de vídeo embutido que exibia um anúncio da CBS em parceria com a Pepsico. Segundo a CBS, trata-se do primeiro anúncio em vídeo em uma publicação impressa. Posteriormente, a EW lançou outros.

Galileu
Revista Galileu
A edição de abril de 2010 da revista Galileu foi dedicada à realidade aumentada. A publicação utilizou a tecnologia para, por exemplo, dar mais vida à sua matéria de capa sobre fast food, onde o chef Alex Atala, como editor convidado, falava sobre o futuro da comida.

Grazia
Revista Grazia
No início do ano de 2010, a revista italiana de moda Grazia lançou uma edição com códigos de realidade aumentada (que foi chamada de edição 3D). Um dos códigos exibia um pequeno show da banda britânica Florence and the Machine.

Veja
Revista Veja
Em meados de 2010, a revista Veja lançou sua primeira edição interativa. Trazia vários códigos de realidade aumentada, entre eles, um que transportava o leitor para cobranças virtuais de pênalti e que teve o goleiro Júlio Cesar como “anfitrião”.

Vogue
Revista Vogue russa
Em 2010, a Vogue russa lançou uma edição que trouxe uma videopropaganda embutida. Um player de LCD encaixado na folha de papel exibia um anúncio da Martini estrelado pela atriz e modelo italiana Monica Bellucci.

Marie Claire
Revista Marie Claire
Também em 2010, no mesmo ano do lançamento da primeira geração do iPad, a Marie Claire dos Estados Unidos inovou ao lançar uma edição para o tablet da Apple com uma capa com movimento. A atriz Emma Watson foi a “protagonista” do experimento.

Wallpaper
Revista Wallpaper
Em 2011, a revista Wallpaper, especializada em design de interior e design em geral, lançou uma edição especial recheada de fotos em 3D. A publicação convidou o lendário grupo de música eletrônica Kraftwerk para produzir a edição.

Entertainment Weekly
Revista Entertainment Weekly
No ano passado, uma das edições da EW trouxe uma pequena tela de LCD que apresentava os seis tweets mais recentes da CW Television Network (@CW_Network). Tratava-se de um dispositivo fabricado na China e que trazia conectividade 3G e Android. O anúncio eletrônico apareceu em apenas mil cópias em Nova York e Los Angeles.

Newsweek
Revista Newsweek
O exemplo mais recente: a tradicional revista semanal de notícias Newsweek deixou de existir na forma impressa em dezembro do ano passado, e entrou o ano de 2013 como uma publicação apenas digital. E logo em sua edição de janeiro de 2013, trouxe uma capa com movimento.

Qual a mais interessante na sua opinião? Lembrou de mais alguma revista interagindo com tecnologias e eletrônicos? Deixe sua opinião.

Sobre o autor |

Jornalista, developer, carioca e nerd de carteirinha. Editor do site Jornalistas da Web e adepto da retrocomputação.

Siga Mario Cavalcanti no Twitter Siga Mario Cavalcanti no Facebook Siga Mario Cavalcanti no Google+
Mario Cavalcanti10 revistas que já apostaram no inusitado