Mario Cavalcanti
por — 25/01/2013 em Notícias

TMZ.com edita vídeo de assassinato após petição online

Registro ficou onze dias no ar na íntegra, o que irritou a família da vítima e causou uma reação negativa em leitores e anunciantes.

Vídeo de assassinato publicado no site TMZ.com gerou revolta.RIO DE JANEIRO (Da Redação), 25 de janeiro – A pressão por parte da reação negativa dos anunciantes e leitores levou o site TMZ, especializado em notícias sobre celebridades, a editar um trecho de um vídeo de um assassinato. O registro de dois minutos, publicado pelo site no último dia 13 de janeiro, mostrava o assassinato de Andre Lowe, um jovem norte-americano de 19 anos que morreu após levar um tiro na saída de uma casa noturna em Hollywood.

O TMZ.com, conhecido por sua cobertura sensacionalista, decidiu editar o vídeo para remover as cenas do tiroteio, após uma petição online iniciada pela família da vítima no site Change.org recolher cerca de 217 mil assinaturas. A petição solicitava não só a remoção do vídeo da página, mas também que 25 companhias, incluindo Comedy Central, Sony Music e Toyota, retirassem seus anúncios do TMZ.

O tio da vítima, Jeremy Andrews, que no início desta semana condenou o site, disse que estava feliz pelo vídeo ter sido editado, mas pediu ao site para se desculpar com a família.

Nos onze dias em que ficou no ar sem a edição, o vídeo foi visto milhares de vezes no site da TMZ e na página que o veículo mantém no YouTube. Segundo o diário britânico The Guardian, a versão original ainda se encontra em outros sites. JW.

Via The Guardian.

Mario CavalcantiTMZ.com edita vídeo de assassinato após petição online