22/01/2013

Vídeo de assassinato divulgado pelo portal TMZ gera revolta

Mais de 200 mil pessoas assinaram uma petição online para que seja retirado do ar o registro de um jovem de 19 anos morto a tiros nos EUA.

Vídeo de assassinato publicado pela TMZ na Web gera revolta. Imagem: Reprodução / TMZ.comRIO DE JANEIRO (Da Redação), 22 de janeiro – Mais de 200 mil pessoas assinaram uma petição online para que o portal TMZ retire do ar um vídeo que mostra o assassinato de Andre Lowe, um jovem norte-americano de 19 anos que morreu após levar um tiro na saída de uma danceteria em Los Angeles. O vídeo foi publicado pelo site no último dia 13 de janeiro.

A petição foi iniciada pelos familiares da vítima na plataforma de petições online Change.org. “A TMZ publicou um vídeo que mostra como meu sobrinho, Andre Lowe, foi assassinado a tiros fora de uma casa noturna de Hollywood. Essas pessoas não têm respeito pelos entes queridos afetados por esta tragédia. Entendo a liberdade de imprensa, mas tem que se colocar limites em algum lugar”, diz Jason Andrews, tio de Andre, que espera ainda que a TMZ peça desculpas em público.

O pedido de assinaturas atraiu também a atenção de alguns veículos norte-americanos e ingleses. A edição britânica do The Huffington Post, por exemplo, chegou a dizer que não fará mais links para a página da TMZ enquanto o vídeo não for retirado. JW.

Via lainformacion.com, The Huffington Post UK.

Mario CavalcantiVídeo de assassinato divulgado pelo portal TMZ gera revolta