19/12/2012

90% dos jornais e revistas dos EUA possuem aplicativos móveis

Conclusão é de novo estudo da Alliance for Audited Media, que analisa ainda conteúdo pago, anúncios e aplicações Web.

estudo_mobile_app_2013RIO DE JANEIRO (Da Redação), 19 de dezembro – Nos Estados Unidos, 90% das publicações possuem algum aplicativo móvel, seja para tablet, smartphone ou e-reader. Os 10% restantes disseram que planejam desenvolver suas aplicações nos próximos 12 meses. A conclusão é da edição 2012 de um estudo (PDF) anual com editoras de jornais e revistas conduzido pela Alliance for Audited Media (conhecida formalmente como Audit Bureau of Circulations).

Segundo o levantamento, enquanto menos de um quarto (22%) desse total diz que seus aplicativos para smartphone e tablet são rentáveis​​, mais da metade espera que eles se tornem rentáveis nos próximos dois anos. Além disso, 63% das editoras pesquisadas concordam que os tablets são o canal digital mais importante para o futuro de suas publicações.

APLICAÇÕES NATIVAS X APLICAÇÕES WEB

O estudo também mostra que de modo algum as editoras pensam em abandonar os aplicativos nativos (desenvolvidos especificamente para um dispositivo, como o iPad) para adotar os aplicativos Web (que usam HTML5 e são acessados via navegador, podendo ser lidos em qualquer tamanho de tela). “Temos de fazer ambos agora, embora ainda entreguemos uma melhor experiência com aplicações nativas”, disse uma editora de jornal, que apontou ainda como não vantajosa a política de lojas de aplicativos de
empresas como Amazon e Apple.

PAYWALLS E ANÚNCIOS

O levantamento constatou um aumento na adoção de paywalls (conteúdos pagos acessados via site), que atualmente compreende 48% dos jornais. E 44% dos entrevistados que ainda não implementaram um sistema de conteúdo pago disseram que planejam implementar nos próximos dois anos.

Por outro lado, 20% dos entrevistados estimam que seus produtos digitais (sites, mobile e mídia social) vão contabilizar pelo menos 25% de lucros oriundos de publicidade em 2014, o que significaria um aumento de 4% comparado com hoje.

Recentemente, os jornais Washington Post, Philadelphia Inquirer e Philadelphia Daily News anunciaram que em 2013 vão começar a cobrar pelo acesso ao conteúdo online. JW.

Com informações do site paidContent.

Mario Cavalcanti90% dos jornais e revistas dos EUA possuem aplicativos móveis