08/11/2012

Audiência das eleições dos EUA na TV cai, enquanto cresce o uso das redes sociais

Segundo a Nielsen, número de americanos que assistiram à reeleição pela televisão teve queda em relação à primeira vitória de Obama

MontagemRIO DE JANEIRO (Da Redação), 8 de novembro – Mais de 66,8 milhões de americanos assistiram na terça-feira (6) pela televisão à reeleição de Barack Obama, segundo dados divulgados pela Nielsen na quarta-feira (7). Em 2008, foi de 71,5 milhões o número de pessoas que assistiram à primeira vitória de Obama, o que demonstra uma queda de audiência televisiva no mesmo tipo de evento nos últimos quatro anos.

De acordo com a Nielsen, 13 emissoras de televisão transmitiram ao vivo a cobertura dos resultados das eleições. Americanos com 55 anos ou mais lideraram a audiência televisiva.

Em contrapartida, as atividades nas redes sociais alcançaram um nível recorde. No Twitter, mais de 31 milhões de mensagens relacionadas às eleições foram tuitadas na noite de terça-feira, incluindo uma postagem comemorativa de Obama com uma foto em que aparece abraçado com a primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama. A postagem tornou-se a mais retuitada da história do serviço. Já no Facebook, a mesma foto rendeu mais de três milhões de curtidas, passando a ser imagem com maior número de likes da rede social.

Mas a observada queda de audiência pela televisão tradicional pode também estar ligada ao crescimento da oferta de coberturas ao vivo em vídeo pela Internet. O YouTube, por exemplo, criou um canal para integrar a cobertura de seis veículos. A partir da página YouTube Elections 2012, foi possível assistir à cobertura feita pela ABC News, Al Jazeera, BuzzFeed, The New York Times, The Wall Street Journal e Univision. JW.

Com informações da agência de notícias Reuters.

Mario CavalcantiAudiência das eleições dos EUA na TV cai, enquanto cresce o uso das redes sociais