30/10/2012

Penguin e Random House fazem fusão e tornam-se a maior editora do mundo

Nova joint-venture representa entre 25% e 30% do mercado de livros e promete esquentar também o setor de e-books

DivulgaçãoRIO DE JANEIRO (Da Redação), 30 de outubro – O conglomerado alemão Bertelsmann e o grupo britânico Pearson anunciaram a fusão de suas editoras, respectivamente Random House e Penguin. Com a união, e criado o maior grupo editorial do mundo. A informação é da edição desta terça-feira (30) do caderno de economia do jornal O Globo.

O acordo foi anunciado na manhã de segunda-feira (29), um dia após o diário inglês Sunday Times divulgar que o conglomerado News Corporation, do magnata da mídia Rupert Murdoch pretendia fazer uma proposta bilionária pela Penguim.

A nova e gigante joint-venture, que passa a se chamar Penguin Random House, representa entre 25% e 30% do mercado de livros e promete esquentar também o ramo de e-books. As vendas anuais estão estimadas em 2,4 bilhões de libras (cerca de R$ 7,8 bilhões). JW.

Mario CavalcantiPenguin e Random House fazem fusão e tornam-se a maior editora do mundo