09/10/2012

Yoani Sánchez diz que sentiu na pele o que é ser um preso político em Cuba

Blogueira, acusada de planejar um show midiático em um julgamento, foi libertada na sexta-feira, após ficar 30 horas presa

RIO DE JANEIRO (Da Redação), 9 de outubro – A blogueira cubana Yoani Sánchez, libertada na última sexta (5) após ficar 30 horas presa em Cuba, diz que sentiu na pele o que se passa com os presos políticos do país. A informação é da agência Efe.

Sánchez foi presa em Havana na quinta-feira (4) junto com seu marido, o jornalista Reinaldo Escobar, e o também blogueiro Agustín Díaz. Eles estavam a caminho da cidade de Bayamo, ao leste de Cuba, para assistir ao julgamento de Ángel Carromero, acusado de homicídio doloso pela morte do oposicionista Oswaldo Payá.

Mundialmente conhecida por manter, desde 2007, o blog Generación Y, a blogueira também colabora com o jornal El País. Segundo o blog pró-governo Yohandry.com, Sánchez foi presa juntamente com seu marido porque eles estariam planejando “um show midiático” que colocaria em risco a credibilidade do julgamento. JW.

Mario CavalcantiYoani Sánchez diz que sentiu na pele o que é ser um preso político em Cuba