Mario Cavalcanti
por — 02/09/2011 em Notícias

HuffPost terá versão brasileira em novembro

Portal terá conteúdo próprio e apostará também na opinião de blogueiros

DivulgaçãoRIO DE JANEIRO (Da Redação), 2 de setembro – o portal americano de notícias The Huffington Post anunciou nesta sexta-feira (2) que lançará uma versão brasileira em novembro. A informação é da agência de notícias Efe.

Segundo Arianna Huffington (foto), fundadora do portal e editora-chefe do grupo AOL Huffington Post, a edição brasileira terá noticiário próprio, conteúdo de opinião e blogs. Contatos com blogueiros no país já foram feitos, informou a executiva durante o InfoTrends, seminário de tecnologia e tendências realizado em São Paulo.

Ainda de acordo com pronunciamento de Arianna, o conteúdo será gratuito e parte dele deve ser traduzido para o português, para ser aproveitado nas versões americana, britânica e canadense.

O SUCESSO DO THE HUFFINGTON POST

O portal de notícias foi comprado pela AOL em fevereiro deste ano. O acordo colocou Arianna Huffington no comando da crescente rede de conteúdo da AOL. Ela tornou-se presidente e editora-chefe da nova divisão criada, The Huffington Post Media Group, e atualmente supervisiona todo o conteúdo do The Huffington Post e da AOL, incluindo sites como Engadget, TechCrunch, Autoblog, MapQuest, Moviefone e Patch.

Em março deste ano, a AOL contratou Biz Stone, co-fundador do Twitter, para atuar como assessor de estratégias em redes sociais do The Huffington Post Media Group. Em maio
lançou uma edição no Canadá, sua primeira expansão internacional, e em junho estreou uma versão no Reino Unido.

Fundado em 2005 como um jornal online analítico focado em assuntos como política e cultura, o The Huffington Post investiu em opiniões de especialista e em ferramentas de
interação com o público e, em pouco tempo, tornou-se uma referência nos Estados Unidos.

De 2005 para cá, o Huffington formou alianças com diversos veículos para coberturas, entre eles Yahoo! e Slate. Em 2007, Arianna contratou um jornalista da BBC como gerente
editorial. No mesmo ano, contratou um ex-funcionário da CBS para um cargo executivo, mostrando que o veículo estava apostando na experiência de nomes das mídias tradicionais.

Em 2009, o The Huffington Post chamou a atenção por bater pela primeira vez a audiência do The Washington Post (segundo dados da Nielsen). Era um veículo genuinamente online tendo mais audiência que outro ligado a um grande conglomerado tradicional. Leia aqui todas as notícias publicadas no JW sobre o The Huffington Post. JW.

Mario CavalcantiHuffPost terá versão brasileira em novembro