Mario Cavalcanti
por — 01/07/2011 em Notícias

Guardian e Observer vão encerrar edições globais

Decisão faz parte dos recentes planos dos veículos de dar prioridade ao meio digital

DivulgaçãoRIO DE JANEIRO (Da Redação), 1º de julho – O grupo britânico Guardian News & Media (GNM), proprietário dos jornais The Guardian e The Observer, anunciou que vai encerrar as edições internacionais dos dois diários em outubro. A decisão tem por objetivo cortar custos e faz parte dos recém-revelados planos de priorizar os produtos digitais, incluindo os sites dos veículos.

Encerrar as edições internacionais irá reduzir a circulação média diária do Guardian e do Observer para 19.097 e 17.716, respectivamente. A circulação no mês de maio foi de 262.937 para o Guardian e 293.053 para o Observer, segundo dados do Audit Bureau of Circulations. As edições internacionais são impressas atualmente em cinco locais: Chipre, Frankfurt, Madri, Malta e Nova York.

O diretor comercial do GNM, Adam Freeman, disse que a companhia vem reduzindo o número de cópias das edições internacionais desde o ano passado. “Continuaremos servindo nossa crescente audiência internacional através do nosso site e de outras plataformas digitais, e também vamos aumentar a distribuição do Guardian Weekly”, disse o executivo.

O Guardian Weekly é um resumo impresso e digital que reúne semanalmente o melhor do Guardian e do Observer, além de conteúdo do jornal francês Le Monde e do americano The Washington Post. JW.

Com informações do Media Guardian.

Mario CavalcantiGuardian e Observer vão encerrar edições globais