Mario Cavalcanti
por — 06/06/2011 em Notícias

Pesquisa foca jornalistas brasileiros e redes sociais

Levantamento da PR Newswire foi feito com profissionais de diversos meios

Arte / JWRIO DE JANEIRO (Da Redação), 6 de junho – O Twitter é a rede social que mais pode auxiliar os jornalistas em seus trabalhos. A opinião é de 73,4% dos entrevistados em um levantamento feito pela PR Newswire com jornalistas brasileiros para entender melhor o impacto das redes sociais em suas rotinas profissionais. A pesquisa, divulgada na última semana, foi realizada via Internet entre março e abril deste ano e obteve respostas de 305 jornalistas.

O documento aponta que 79.7% dos profissionais admitiram recorrer às redes sociais para entrar em contato com fontes e que 83.3% afirmaram usar assuntos nascidos nesses serviços para pautarem seus veículos.

COMPARTILHAMENTO É UMA DAS ATRAÇÕES

Segundo a diretora de Relações com a Mídia da PR Newswire, Para Janaina Weigel, os dados ajudam a perceber a evolução cenário dentro do campo das mídias sociais. “Percebemos uma identificação forte entre a mídia e o Twitter. Para nós, que trabalhamos com distribuição de releases, estes dados são significativos, porque nos ajudam a entender a evolução da mídia dentro do campo das redes sociais. Além disso, a pesquisa também nos ajuda a confirmar que a abordagem pelas redes sociais, se feita de maneira estratégica e equilibrada, gera bons resultados para todos os envolvidos, especialmente no nosso caso, que buscamos promover as noticias de nossos clientes”, comenta.

Os jornalistas que responderam a pesquisa mostraram ainda que, além de obter informações nas redes sociais, também gostam de dividi-las usando estes canais. Dos participantes,
33,8% disseram sempre replicar as matérias que escrevem em sites de relacionamento e 22% garantiram compartilhá-las ocasionalmente.

O levantamento, disponível para download em formato PDF, foi o primeiro do tipo que a PR Newswire aplicou no país. A ideia, de acordo com comunicado oficial, é repetir a ação continuadamente, levantando questões pertinentes ao cenário midiático brasileiro e ajudando o setor a entender melhor as transformações e impactos que vem ocorrendo. JW.

Mario CavalcantiPesquisa foca jornalistas brasileiros e redes sociais