Mario Cavalcanti
por — 03/06/2011 em Notícias

NYTimes terá pela 1ª vez uma mulher no comando

Jill Abramson assumirá o cargo de editora executiva em setembro deste ano

Crédito: Ruth Fremson/ The New York TimesRIO DE JANEIRO (Da Redação), 3 de junho – Por 160 anos o New York Times vem ditando os padrões dos jornais nos Estados Unidos, com uma significante exceção: igualdade entre os sexos. Agora, o diário, que tem a paradoxal alcunha de Gray Lady (Senhora Cinza), finalmente  equilibrou essa questão ao apontar sua primeira editora. A informação é do jornal inglês The Guardian.

Jill Abramson vai assumir o cargo de editora executiva do jornal no dia 6 de setembro, assumindo o comando de uma das mais influentes e lidas organizações noticiosas do mundo em um momento de profunda agitação na indústria de jornais.

Abramson, que trabalha no jornal desde 1997, com passagens como repórter investigativo e chefe da sucursal de Washington, toma as rédeas de Bill Keller, que está no cargo há oito tumultuados anos. Keller começou seu mandato como editor em 2003 e foi imediatamente apresentado com o desafio de estabilizar a redação após o escândalo do repórter Jayson Blair, que inventou matérias no jornal.

A indicação da executiva foi celebrada por outras mulheres. Tina Brown, uma gigante da mídia de Nova York por ser ex-editora da revista The New Yorker e agora editora-chefe do site de notícias The Daily Beast, saudou Jill no Twitter, referindo-se à indicação como “um triunfo para as mulheres na mídia”. Já Sarah Ellison, editora contribuinte da revista Vanity Fair, afirmou que Abramson foi eminentemente preparada para o cargo e que agora assume um negócio onde nem sempre as mulheres são bem-vindas nas posições de autoridade. JW.

Mario CavalcantiNYTimes terá pela 1ª vez uma mulher no comando