Mario Cavalcanti
por — 01/06/2011 em Notícias

França proíbe peças que divulgam redes sociais

Anúncios que mencionam endereços do Twitter ou do Facebook agora são ilegais

DivulgaçãoRIO DE JANEIRO (Da Redação), 1º de junho – Segundo notícia publicada na Folha Online, o Conselho Superior Audiovisual (CSA), órgão que regula as telecomunicações na França, considerou nesta semana que os veículos cometem publicidade ilegal quando divulgam aos seus telespectadores e ouvintes as suas páginas do Twitter ou do Facebook. A informação é da agência de notícias AFP.

A CSA deu seu parecer depois de ser consultada por uma emissora de televisão francesa sobre a regulamentação relacionada à publicidade. Para o órgão, indicar ao público as páginas dos veículos nas redes sociais sem citá-las possui um caráter informativo, mas especificar quais são as redes sociais assume um caráter publicitário.

A ação é considerada violação de um decreto datado de março de 1992 e que proíbe a publicidade ilegal. JW.

Mario CavalcantiFrança proíbe peças que divulgam redes sociais