Mario Cavalcanti
por — 25/02/2011 em Notícias

Site detecta jornalismo copia e cola no meio online

Churnalism.com vasculha a mídia britânica a fim de encontrar vestígios de releases

Imagem ilustrativaRIO DE JANEIRO (Da Redação), 25 de fevereiro – A Media Standards Trust, organização sem fins lucrativos voltada para a promoção de padrões de qualidade da imprensa, lançou nesta semana o site Churnalism.com, que tem por objetivo ajudar o público a distinguir o jornalismo original do “churnalism” (algo como jornalismo batido ou jornalismo processado), termo que designa a prática do jornalismo constantemente baseado em press releases.

A ferramenta, centrada na mídia britânica, possibilita, por exemplo, comparar um press release com mais de 3 milhões de artigos publicados por sites de veículos britânicos, como BBC e Sky News, desde 2008. Através do serviço, é possível saber qual porcentagem de um release foi copiado e colado em matérias. O usuário também pode navegar entre exemplos de cut & paste salvos por outras pessoas ou coletadas automaticamente pelo site.

Segundo o diretor da Media Standards Trust, Martin Moore, o serviço contribui para com a transparência dos veículos. “Organizaões noticiosas podem ser muito mais transparentes em relação às fontes de suas matérias, mas muitas delas ainda não são. Esconder a relação entre press releases e notícias não faz parte dos interesses do público”, diz.

Exemplos do chamado “jornalismo copia e cola” também podem ser compartilhados via Twitter e Facebook através do site. JW.

Mario CavalcantiSite detecta jornalismo copia e cola no meio online