Mario Cavalcanti
por — 31/01/2011 em Notícias

Termo 'Egito' é censurado em microblogs da China

Governo chinês se mostra preocupado com as questões de reforma política

Imagem ilustrativaRIO DE JANEIRO (Da Redação), 31 de janeiro – Segundo informações da agência de notícias AFP, a palavra “Egito” foi censurada no último sábado (29) por diversos sites de micro-blogging na China, onde o Partido Comunista se vê constantemente preocupado com as questões da reforma política, do desejo de democracia dos cidadãos e de perturbações da ordem pública, até em outros países.

Nos sites Sina.com e Sohu.com, que seriam equivalentes chineses do Twitter – censurado na China -, qualquer busca que contenha a palavra “Egito” faz o sistema retornar a seguinte mensagem: “De acordo com a lei, o resultado da sua busca não pode ser entregue”. Apesar disso, a mídia oficial chinesa, incluindo a CCTV e a agência de notícias Xinhua, mencionaram os protestos ocorridos no Egito contra o regime do presidente Hosni Mubarak.

Na última semana, o Twitter confirmou que sofreu bloqueio no Egito, onde milhares de pessoas protestam nas ruas contra o governo de 30 anos de Mubarak. A ação da China sugere um receio de que as mídias sociais e os protestos no exterior possam influenciar os cidadãos locais. JW.

Mario CavalcantiTermo 'Egito' é censurado em microblogs da China