Mario Cavalcanti
por — 15/03/2010 em Notícias

Estudo analisa relação do público com o jornalismo

Instituto Pew revela importância das redes sociais para disseminar informações

Imagel ilustrativaRIO DE JANEIRO (Da Redação), 15 de março – A última pesquisa do Pew Internet Center, denominada "Entendendo o consumidor de notícias participativas", mostrou como os americanos estão utilizando cada vez mais as redes sociais e o networking nesses espaços para filtrar e acessar conteúdo e para demonstrar reação às notícias.

Segundo a pesquisa, a grande maioria dos americanos — nada menos que 92% deles — utilizam múltiplas plataformas como fontes de notícias diárias. A Internet é a terceira plataforma mais popular, depois das televisões local e nacional e à frente dos jornais impressos nacionais e do rádio. Ainda de acordo com o estudo, 59% dos americanos utilizam uma combinação de fontes online e offline para se informar, diariamente.

PORTABILIDADE, PERSONALIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO

A pesquisa afirma que as tecnologias móveis de acesso à Internet são uma questão central nas mudanças observadas no relacionamento do público com as notícias, que estão se tornando portáteis, personalizadas e participativas. O levantamento mostra que 33% dos usuários de telefones celulares acessam notícias através deles; 28% dos usuários de Internet customizaram sua página inicial para que elas apresentassem notícias de fontes e assuntos que os interessam; e 37% dos usuários de Internet contribuem para a geração de notícias, fazem comentários sobre elas ou disseminam as informações em sites como Facebook e Twitter.

O levantamento mostrou ainda que, apesar de toda a atividade online registrada, o consumidor típico de notícias online faz uso de diversos sites e não tem um favorito em particular. De uma forma geral, os americanos demonstram estar divididos quanto às novas formas de lidar com a informação: 55% disseram ser mais fácil se manter informado hoje do que há cinco anos, enquanto 70% consideram excessiva a quantidade de notícias e informações disponíveis a partir de fontes variadas. JW.

Mario CavalcantiEstudo analisa relação do público com o jornalismo