Mario Cavalcanti
por — 23/11/2009 em Notícias

Homem descobre telefone celular depois de 18 anos

Após deixar prisão nos EUA, americano segura um aparelho pela primeira vez

Reprodução / NYTimes.comRIO DE JANEIRO (Da Redação), 23 de novembro – Um homem que ficou na cadeia por 18 anos por um crime que não cometeu segurou pela primeira vez um telefone celular. A informação é do diário americano New York Times.

Fernando Bermudez Junior, que estava cumprindo pena em um presídio na cidade de Danbury, em Connecticut, nos Estados Unidos, recebeu um aparelho para poder falar com um de seus advogados. O homem ficou impressionado com o objeto e falou sobre o cuidado que teve ao segurá-lo: "É tão delicado. Eu não queria quebrá-lo. Agora tenho que me tornar tecnologicamente mais avançado".

Bermudez, de 40 anos, foi acusado em 1992 de ter matado Raymond Blount, 16, após uma briga em uma boate. Ele está agora novamente com sua esposa e filhos. A notícia do New York Times pode ser lido na íntegra aqui (em inglês). JW.

Mario CavalcantiHomem descobre telefone celular depois de 18 anos