Mario Cavalcanti
por — 11/08/2009 em Notícias

Aneel adia decisão sobre Internet via energia elétrica

Nova tecnologia permitirá agilidade do serviço muito acima do padrão original

DivulgaçãoBRASÍLIA (Agência Brasil), 11 de agosto – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deverá decidir na próxima semana sobre o uso da rede de energia elétrica para a transmissão de Internet em banda larga, o que permitirá uma agilidade do serviço muito acima do padrão original dos computadores, limitada a 56 quilobits por segundo (kb/s).

Atualmente a maioria dos serviços de banda larga oferece velocidade a partir de 300 kb/s. A nova alternativa já foi aprovada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em abril.

A Aneel havia marcado a apreciação do assunto para esta terça-feira (11), mas recebeu pedido de adiamento da relatoria para examinar os detalhes.

De acordo com áreas técnicas da Aneel, a transmissão em banda larga pelo sistema de energia elétrica não provocará interferências entre os dois serviços, uma vez que cada um trabalha com sua frequência própria.

A estimativa das duas agências reguladoras é de que a medida viabilizará a disseminação do uso de banda larga para transmissão de Internet, uma vez que a rede de energia elétrica envolve uma estrutura já existente.

Por Lourenço Canuto

Mario CavalcantiAneel adia decisão sobre Internet via energia elétrica