Mario Cavalcanti
por — 28/07/2008 em Notícias

Internet é aliada de campanhas eleitorais pelo Brasil

Justiça eleitoral paulista limita propaganda aos sites oficiais, mas TRE-RJ é mais flexível

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que a propaganda política na Internet só pode ser feita nos sites oficiais de cada candidato. No entanto, é possível encontrar material de campanhas em blogs e redes sociais, como o Orkut, segundo a Folha Online.

Em São Paulo, candidatos têm fiscalizado uns aos outros e tudo que é considerado abusivo é denunciado. Foi o caso do prefeito Gilberto Kassab (DEM), que é candidato à reeleição. A coligação apontou erros na campanha de Geraldo Alckmin (PSDB): o tucano hospedou vídeos com conteúdo eleitoral no YouTube. Por determinação judicial, agora eles estão hospedados apenas no site oficial da campanha. Já Marta Suplicy (PT) denunciou Kassab por colocar links externos em seu site.

No Rio de Janeiro, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) tem sido mais flexível, o que amplia as possibilidades dos candidatos à prefeitura carioca. O tribunal permite que blogs e redes sociais sejam usados para propaganda eleitoral. Fernando Gabeira (PV) é um dos que mais têm explorado as ferramentas virtuais e mantém uma página pessoal, com blog, notícias, fotos e vídeos, além do site oficial.

Mario CavalcantiInternet é aliada de campanhas eleitorais pelo Brasil