Mario Cavalcanti
por — 13/03/2008 em Notícias

Reportagem aborda luxo tecnológico dos aeroportos

Conexões Wi-Fi em toda a extensão e terminais movidos à energia solar estão entre os atrativos

Divulgação: estabelecimentos com esse logotipo indicam a existência de pontos de acesso Wi-Fi, para conexão sem fio à Internet.A edição desta quinta-feira, 13, do suplemento de viagens do jornal O Globo traz como matéria de capa o luxo arquitetônico e tecnológico presente em alguns dos aeroportos mais movimentados do mundo, como os de Pequim e Londres (onde serão realizadas as próximas Olimpíadas).

Entre os luxos tecnológicos estão quiosques de check-in automático e pontos de acesso Wi-Fi (Internet sem fio) em toda a extensão do Heathrow (o maior aeroporto de Londres), lojas especializadas em jornais de diversos países no Aeroporto de Barajas, em Madri, e, no de Munique, na Alemanha, um terminal que utiliza energia solar e que exibe em um painel a energia gerada e a quantidade de gás carbono poupada.

A reportagem de dez páginas, que pode ser acessada pela edição online do jornal O Globo (apenas para quem for assinante ou usuário cadastrado neles), falou ainda sobre o aeroporto de Paris, na França, rico em galerias e com capacidade para receber 30 aviões ao mesmo tempo. JW.

Mario CavalcantiReportagem aborda luxo tecnológico dos aeroportos