Mario Cavalcanti
por — 28/11/2007 em Notícias

Interação mediada por computador

Stefanie Silveira comenta a obra do jornalista Alex Primo, que fala sobre comunicação interpessoal e cibercultura

Por Stefanie Silveira (*)

Divulgação: obras do jornalista e pesquisador Alex Primo estuda a comunicação interpessoal.O dilema da interatividade sempre foi um ponto relevante nos debates sobre Internet. Considerada, em certos momentos, como a característica que iria revolucionar as formas de comunicação e toda a mídia, em outros, a interatividade também virava simples argumento para venda de softwares e serviços que não iam muito além das possibilidades interativas já presentes na televisão, no rádio e no impresso. Afinal, o que é realmente interatividade?

É para resolver esta questão que Alex Primo, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, se aprofunda no contexto interpessoal da comunicação humana e desenvolve o livro "Interação mediada por computador" (Editora Meridional/Sulina, 240 páginas). O autor parte de uma abordagem sistêmico-relacional para entender e diferenciar as múltiplas formas de interação mediada por computador existentes hoje, no mundo digital. Alex afirma que, tanto um clique na interface, quanto uma conversa em um chat são interações e é preciso saber qual a diferença qualitativa entre elas.

Inicialmente, Alex Primo define interação como uma ação entre os participantes do processo e por isso desenvolve os seus estudos focando no relacionamento que ocorre entre os sujeitos. Aliás, para definir os participantes do processo ele utiliza o termo interagente, "porque é aquele que age". Segundo ele, a palavra usuário é reducionista no contexto comunicacional. "Usuário usa algo, não alguém". Assim não seria correto igualar interlocutores e "utilizadores".

Neste livro, o autor busca entender o que ocorre entre os sujeitos que estão em interação, voltando-se para as formas dialógicas presentes em diversos recursos interativos da Internet. No primeiro capítulo, Alex Primo mostra o cenário atual das discussões sobre a interação mediada por computador. No segundo, explica a forma como pretende analisar o tema e a abordagem sistêmico-relacional utilizada, que foge das teorias transmissionistas da comunicação que limitam as discussões a um modelo um-todos.

É nos capítulos três e quatro, que Alex Primo apresenta a sua proposta conceitual de dois tipos de interação mediada por computador: a mútua e a reativa. A interação mútua é aquela com maior caráter dialógico, caracterizada por relações interdependentes e processos de negociação entre os interagentes. Neste tipo de interação, os sujeitos participam ativamente da construção do relacionamento e se afetam mutuamente, recriando o processo a cada troca.

A interação reativa caracteriza um universo fechado de relações determinadas por estímulo e resposta. Nela, os sujeitos têm pouca ou nenhuma possibilidade de construir o relacionamento, possuindo relações lineares e pré-estabelecidas. É possível dizer que, neste tipo de interação, as ações possíveis já estão pré-determinadas e sabe-se facilmente qual o encaminhamento do processo. Já na interação mútua, isso é praticamente impossível, já que o relacionamento é recriado a cada momento.

No capitulo cinco, Alex Primo ainda toca em discussões como conflito e cooperação no ciberespaço, teoria dos jogos e consenso. No encerramento do debate, o autor afirma que a chamada Web 2.0 busca valorizar a participação dos sujeitos oferecendo cada vez mais suporte para a interação mútua.

Para encontrar mais informações sobre o livro, acesse o site oficial. Lá, é possível "viajar" pela animação sobre o processo de interação mediada por computador. Também através do site, podem-se enviar comentários sobre o livro e ampliar as discussões sobre o tema.

*Stefanie Silveira é jornalista freelancer, pós-graduanda em Comunicação e Projetos de Mídia e pesquisa a produção de conteúdo colaborativo em redes digitais.

Mario CavalcantiInteração mediada por computador