Mario Cavalcanti
por — 05/10/2007 em Notícias

Código de barras gera tráfego para revistas

Com o próprio celular, usuário tira foto de código e é redirecionado para os sites das publicações

Divulgação: código de barras referente à edição móvel do JW.De acordo com a Associação Francesa de Multimídias Móveis (AFMM), o uso de códigos de barras em magazines tem feito sucesso. De 15% a 25% do tráfego dos sites das revistas Closer, Public e Voici foram gerados graças a usuários vindo através de códigos de barras móveis.

A tecnologia permite que um usuário acesso conteúdo online em seu telefone celular tirando uma foto do código de barras, impresso em um papel (um anúncio, panfleto ou cartão de visita) com o próprio aparelho. Para usufruir da tecnologia, o dono do celular precisa primeiro baixar um tipo especial de aplicação que processa a foto tirada, faz a leitura do código e redireciona o usuário para o destino (que pode ser, por exemplo, a edição móvel de uma revista). Muitos programas leitores de códigos de barras móveis, como o Flashcode e o I-nigma reader, são gratuitos.

Ainda segundo a AFMM, em julho e agosto deste ano foram feitos cerca de 30 mil downloads do Flashcode, que em seu site oficial divulga as três revistas citadas acima.

A informação é do Editors Weblog. Em inglês, aqui. Confira o site da Nokia que permite a criação de códigos de barras móveis (também em inglês). JW.

Mario CavalcantiCódigo de barras gera tráfego para revistas