Mario Cavalcanti
por — 29/08/2007 em Notícias

´Casa inteligente´ é controlada por telefone celular

Brasileiro cria método de controlar eletrodomésticos e lâmpadas a partir de dispositivos móveis

Divulgação: Cássio exibe o experimento. Na foto abaixo, detalhe do modem adaptado.Um ex-aluno da Universidade Luterana do Brasil, a Ulbra, desenvolveu uma forma de controlar todo e qualquer produto movido à luz elétrica através de um telefone celular, de maneira rápida e inteligente.

O conceito de "casa inteligente" a partir de telefones móveis foi o tema escolhido por Cássio Scherer para o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Sistemas de Informação. O egresso conta que a idéia surgiu de um bate-papo com um colega de trabalho.

– Eu queria fazer a minha monografia envolvendo aplicações para celulares e ele me sugeriu utilizar o telefone para controlar alguma coisa. Aceitei o desafio – diz Cássio.

Já sabendo que a tarefa não seria das mais fáceis, pois o estudo da domótica (área da informática e automação que aborda o controle remoto de equipamentos) é pouco desenvolvido no Brasil, Cássio aprimorou conhecimentos. Freqüentou cursos intensivos de eletrônica, automação e desenvolvimento de programas voltados para o tema. Via Internet, também obteve informações de técnicos de outros países e trocou conceitos com o Laboratório de Robótica da Ulbra.

O primeiro passo foi a criação de uma programação para o celular e uma página Web que servissem de interface. Com alguns componentes, montou uma espécie de modem que recebe as informações transmitidas por um computador e, ligado à luz, aciona ventiladores, microondas, lâmpadas, chuveiros, televisores, entre outros aparelhos domésticos. O custo de montagem foi de apenas R$ 200,00 e o resultado do trabalho surpreendeu o orientador Luís Fernando Garcia.

– Além de desenvolver o software, Cássio também se preocupou em criar o hardware e colocar em prática a sua pesquisa – comenta o professor.

Cássio pretende colocar a invenção em prática. Além das residências, o egresso diz que a programação via celular pode ser de grande valia em indústrias.

– Além de ligar ou desligar um equipamento, o gestor poderá até monitorar, por exemplo, a temperatura de uma máquina onde quer que ele esteja – explica.

Além da "casa inteligente", o inventor pretende disseminar o conceito de "indústria inteligente". JW.

Mario Cavalcanti´Casa inteligente´ é controlada por telefone celular