Mario Cavalcanti
por — 05/04/2007 em Notícias

FBI investiga jogos de azar no Second Life

Criadora do game, Linden Lab apóia as investigações, mas governo dos EUA não tem posição definida sobre o assunto

De acordo com notícia no Estadão, a convite da Linden Lab, criadora do Second Life, investigadores do FBI visitaram cassinos no mundo virtual tridimensional.

O vice-presidente de assuntos empresariais da Linden Lab, Ginsu Yoon, disse que a companhia tem solicitado orientação sobre atividades de jogos de azar no ambiente. Entretanto, o governo dos Estados Unidos não tem ainda uma posição definida sobre a legalidade de jogos de azar virtuais.

Com economia e moeda própria (o Linden Dollar), o Second Life possui hoje milhões de usuários registrados e centenas de cassinos que oferecem máquinas caça-níqueis e jogos de pôquer.

A notícia pode ser lida na íntegra aqui.

Mario CavalcantiFBI investiga jogos de azar no Second Life