Mario Cavalcanti
por — 07/12/2006 em Notícias

Órgão quer barrar coberturas online/móveis

Conselho Internacional de Críquete estaria pretendendo proibir transmissões da Copa do Mundo de Críquete para obter mais lucros

A Associação de Jornalistas Esportivos do Reino Unido (Sports Journalists' Association, em inglês) informou que o Conselho Internacional de Críquete (com sede no mesmo país) planeja proibir coberturas lance-a-lance da Copa do Mundo de Críquete – que será realizada em 2007, no Caribe – para  transmissões via rádio, Internet ou qualquer forma de dispositivo móvel, incluindo telefones celulares. Além disso, organizações noticiosas que oferecerem coberturas lance-a-lance poderão perder suas credenciais. A medida teria a ver com obtenção máxima de lucros com o evento.

A informação é do blog contentSutra, que lamenta a decisão da entidade, informando que, enquanto isso, outros esportes, como o Hockey, utilizam as transmissões online para se tornarem mais popular. Em inglês, aqui.

Mario CavalcantiÓrgão quer barrar coberturas online/móveis