Mario Cavalcanti
por — 18/03/2002 em Notícias

The Times decide cobrar por conteúdo

Publicação restringe o acesso gratuito a algumas seções do site e anuncia que cobrará de forma diferente por cada serviço online

O The Times pode ser o próximo jornal a admitir que não poderá continuar oferecendo nenhum conteúdo online grátis. A empresa está começando a cobrar pelo acesso a algumas seções do seu site.

– Os dias do conteúdo grátis já foram – diz Paul Hayes, gerente-geral do jornal.

A estratégia segue o anúncio da Financial Times de um mês atrás de planejar cobrar dos usuários £100 (100 libras) anuais para acessar seu site FT.com.

O Times anunciou também que seguirá uma estratégia um pouco diferente, cobrando separadamente por serviços online específicos.

O jornal já cobra por sua seção de palavras cruzadas e pelo acesso ao arquivo, e passará a cobrar pelo acesso a uma seção especial sobre a Copa do Mundo.

– O Times foi o primeiro jornal inglês a reconhecer o valor do conteúdo online. A internet oferece fortes oportunidades comerciais e nós pretendemos aproveitá-los – conclui Hayes. Com informações do MediaGuardian.

Em tempo:

– O Wall Street Journal foi um dos primeiros jornais a cobrar dos usuários por acesso ao conteúdo.

Mario CavalcantiThe Times decide cobrar por conteúdo